Mariluz, sábado, 19 de setembro de 2020 ESCOLHA SUA CIDADE

29/10/2015

Movimento Pró Piquiri apresentou ao poder Executivo de Mariluz implementação da Área de Proteção Ambiental

Movimento Pró Piquiri apresentou ao poder Executivo de Mariluz implementação da Área de Proteção Ambiental
Na sexta-feira, 23 de outubro, na Câmara de Vereadores de Mariluz-PR, em reunião com cerca de 15 pessoas, o movimento Pró Ivaí/Piquiri apresentou ao Poder Executivo local projeto de implementação da Área de Proteção Ambiental de Mariluz.
 
Pedro Ribeiro, diretor da FADCT - Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Vale do Piquiri, de Goioerê, a promotora de justiça da comarca de Goioerê, Juliana Weber e o engenheiro Agrônomo Ednei Bueno do Nascimento, do CAOPMA - Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção ao Meio Ambiente, além do engenheiro ambiental Ricardo Felix dos Santos, contratado pela FADCT, fizeram a apresentação da justificativa, delimitação e procedimentos para a decretação da Área de Proteção Ambiental ao prefeito municipal, Paulo Armàndo da Silva, o procurador do município e outros agentes públicos, municipais e federais.
 
Presentes ao evento, expressando apoio ao projeto e dizendo-se integrantes do movimento Pró Ivaí Piquiri, manifestaram-se a promotora de justiça de Cruzeiro do Oeste, Wilza Machado Lacerda e o vereador em Mariluz e residente no interior da futura APA, Ângelo Quintanilha.
 
O projeto apresentado ao Executivo municipal contou com a colaboração de profissionais da FADCT; CAOPMA; Universidade Federal Tecnológica do Paraná - Campo Mourão; alunos de pós graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais da UEM e do Instituto Jaime Lerner, de Curitiba.
 
O documento, sem nenhum custo ao município, apresenta as justificativas e mecanismos para a implantação de categoria de manejo que permite a exploração econômica dos recursos naturais no interior de seu perímetro, protegendo remanescentes florestais e servindo de estímulo à recuperação de matas ciliares, programas de conservação do solo e conexão das áreas de importância ambiental. Em razão do ICMS Ecológico, há incentivo tributário ao município que instituir unidades de conservação.
 
Além de Mariluz, projeto da mesma natureza e com a mesma finalidade será apresentado ao Poder Executivo de Formosa Do Oeste, no dia 06 de novembro.
 
Os municípios de Alto Piquiri, Goioerê e Quarto Centenário estão adiantados com os procedimentos de implementação de suas APAs municipais, que formarão um mosaico de unidades de conservação em região apontada por normativas federal e estadual como de prioridade para conservação mas que vem, sendo objeto de medidas concretas de proteção pelos municípios.

Fonte: Guia Goioerê

OPINE!

CIDADE PORTAL
site: www.cidadeportal.com.br
e-mail: mariluz@cidadeportal.com.br
(44) 3522-7297 - (44) 99979-8991 - (44) 99979-3334 - Goioerê-PR
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal